Qual a importância da destilação na produção das Vodkas?

Por . em 4/11/2021

Para obter uma vodka de qualidade temos três fatores relevantes que são os ingredientes, destilação e a filtração.

A qualidade é relacionada a escolha de bons ingredientes, as vodkas produzidas com milho tem características mais neutras, já as que são preparadas com trigo, apresentam sabor mais suave.

A destilação se baseia na capacidade de alcançar o equilíbrio entre a pureza e o sabor. Quanto maior a pureza da bebida, maior será sua qualidade.

Para ocorrer a destilação, é necessário o aquecimento até que se atinja a ebulição, condensando-se em seguida o vapor obtido. Os produtos têm pontos de ebulição diferentes, ou seja, os primeiros vapores sempre são elementos mais voláteis (é o caso do álcool), que se desprendem assim da massa química original.

Para melhor entendermos podemos ter como base a água e o álcool, que quando atingem certa temperatura evaporam, sendo a água a 100°C e o álcool 78°C, em virtude dessa diferença percebemos que os vapores de álcool são obtidos em primeiro lugar, permitindo recolhê-los e resfriá-los para que passem pelo lado líquido, originando as bebidas destiladas.

O processo de destilação da vodka pode ser repetido cerca de três vezes ou mais. E essa informação aparece geralmente destacada nos rótulos. Acredita-se que quanto mais vezes essa bebida é destilada, mais suave e clara ela se tornará.

Mas também um ponto importante é a qualidade da água que está sendo utilizada em sua preparação. Quanto mais pura, maiores serão as possibilidades de desenvolver uma vodka ainda mais gostosa de saborear.

Depois desse processo a vodka é filtrada e assim já se torna praticamente pronta para beber.

Para entender mais sobre o mundo das vodkas na prática confira a variedade de rótulos em nosso site www.imigrantesbebidas.com.br e obtenha diferentes experiências com o que essa bebida tem de melhor.

Comentários
0 Comentários
Cadastre seu E-mail para receber ofertas exclusivas